sábado, 2 de abril de 2011

Se eu fosse embora hoje,

 sei que ninguém iria sentir minha falta. Pena que não posso arrumar minhas coisas e sair por aquela porta… Por isso vou me trancar aqui mesmo, no meu quarto. Onde por incrivel que pareça ainda é o único lugar que posso ficar em paz. E não estranhe se eu permanecer aqui por muito tempo, só preciso ficar em silêncio, pensando como poderia ser diferente tanta coisa na minha vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário