quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Eu estou com medo de sonhar

novamente, como agora. É por que o meu sonho sempre acaba e o pior de tudo, nunca da maneira que eu desejo. Eu acho que me entrego demais, me entrego de corpo e alma e deixo que me levem lá em lugar distante de tudo, parece que começo a flutuar e vejo o mundo lá no alto, percebo o quanto à leveza do ar me faz bem, e o quanto eu não quero mais descer. Sinto-me completa, me sinto alimentada, comer e beber não me parece mais essencial, eu só preciso continuar no alto a flutuar, não importa com que intensidade eu vou cair, e não importa se eu vou cair, eu quero fica ali nem que seja por um segundo a mais. Quando abro meus olhos vejo que estou caída pelo chão, e olho pra cima e consigo percebe que nada mais existe, então olho a minha volta estou ferida, estou sozinha, estou com frio. Levanto-me,vou para casa faço um café forte, deito no chão do meu quarto, e alimento meu silêncio com uma musica, faço de uma companhia o meu travesseiro, faço da minha coragem minhas lagrimas, faço dos meus ferimentos as lições que continuo levando. Mas engraçado é saber que apesar de eu sempre cair, ainda estou com uma sensação de estar flutuando. É parece ser mais um sonho? Vou esperar, pra cair novamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário