quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

"Afinal, quantas vezes um coração pode se despedaçar e ainda continuar batendo?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário